Você está em: Página inicial > Início > Lei da Pureza

Lei da pureza alemã de 1516 (REINHEITSGEBOT) Duque Wilhelm IV (Guilherme IV) da Baviera Esta lei, que foi promulgada em 23 de Abril de 1516 pelo Duque Wilhelm IV (Guilherme IV) da Baviera, basicamente regulamentava que a cerveja somente poderia conter três ingredientes: malte, lúpulo e água. Considerada como uma das mais antigas regulamentações de defesa do consumidor protegia os compradores de que a cerveja comprada não teria nenhum outro aditivo ou componente “estranho” ou “exótico”.

"Rein" significa limpo ou puro; "-heit" significa "-eza"; então "Reinheit" seria “limpeza” ou “pureza”; “Gebot” significa “Mandamento” ou “Lei”.

A intenção da lei não era somente garantir a qualidade da cerveja e também controlar seu preço (porque limitava a criatividade dos produtores), mas também garantia que grãos mais valiosos e em falta naquele tempo como o trigo e o centeio, deixassem de ser utilizados na fabricação do pão para serem utilizados na cerveja.

Texto do Reinheitsgebot

(pronuncia-se Rine-hites-ge-boat)


beerLaw.gif Pela presente nós proclamamos e decretamos, pela autoridade da nossa província, que de agora em diante no Ducado da Baviera , neste país bem como nas cidades e mercados, as seguintes regras se aplicam na venda de cerveja:

De Michaelmas a Georgi, o preço de um Mass [Caneco Bávaro de 1, 069 litros] ou um Kopf [Recipiente com volume semelhante], não poderá exceder o valor de um Pfenning. De Georgi a Michaelmas, o Mass não pode ser vendido por mais de dois Pfenning e o Kopf não mais do que um e meio Pfenning.

Caso isso não for respeitado, a punição indicada abaixo será administrada:

Qualquer cervejeiro ou pessoa que comercialize cerveja que não for do mês de Março não poderá vendê-la por mais de um Pfenning cada Mass. Além disso, nós enfatizamos que no futuro em todas as cidades e mercados do país os únicos ingredientes utilizados na fabricação de cerveja deverão ser malte, lúpulo e água. Qualquer pessoa que deliberadamente descumprir ou transgredir esta ordem deverá ser punido pelas autoridades competentes através do confisco dos barris de cerveja, sem falta.

Pode, entretanto, um dono de pousada no país, cidade ou mercado comprar dois ou três barris de 60 litros e revendê-los aos camponeses comuns. Somente para este será permitido adicionar meio Pfenning para cada Mass ou Kopf do que foi mencionado acima.

Ademais, caso aconteça uma escassez e um subseqüente aumento do preço da cevada (também considerando os diferentes locais e tempos das colheitas), NÓS, do Ducado da Baviera teremos o direito de ordenar reduções para o bem de todos os aflitos.

Assinado: Duque Wilhelm IV da Baviera, 23 de Abril de 1516 em Ingolstadt.

E o Fermento?

Muitos cervejeiros devem ter observado que o fermento não está presente entre os ingredientes listados, mas sem este a cerveja não produz álcool e espuma. No século 16 a existência de microorganismos era ainda desconhecida. Muitas vezes a cerveja era fermentada por alguma cepa selvagem de fermento que vinha pelo ar ou outras vezes parte da produção anterior era utilizada como fermentação inicial da próxima. Todavia isso não era pensado como um ingrediente separado.

A Lei e os Tempos Atuais

Esta lei não é a mais antiga do seu tipo, mas é uma das únicas de longa data que ainda é utilizada até os dias atuais por força da cultura cervejeira alemã. Porém atualmente o Reinheitsgebot é parte de um documento maior chamado de Biersteuergesetz (BStG) ou “Lei de Taxação da Cerveja” que definiu como a cerveja deve ser e como ela deve ser taxada de acordo com o teor alcoólico.

Com esta incorporação também houve uma maior liberdade quanto aos ingredientes para as cervejas destinadas a exportação ou intituladas “especiais” bem como introduziu o fermento e classificou melhor as cervejas como de alta e baixa fermentação.

É claro que somente seguir a lei de pureza não é garantia de uma boa cerveja, pois podem ser utilizados ingredientes de baixa qualidade ou existirem falhas no processo de fabricação. Como contra-exemplos citamos as excelentes cervejas Belgas que não seguem esta lei e tem grande reputação.

Portanto ao fazer a sua cerveja, respeitando ou não a lei da pureza alemã, sempre tenha em mente que os ingredientes, os equipamentos e a mão do cervejeiro é que irão determinar a qualidade e o sucesso da sua cerveja final.


Beco José Paris, 675 / Módulo 18 <br/>Porto Alegre/RS <br/>CEP 91140-310<br/>De segunda a sexta das 08h30min às 12h00min e das 13h00min às 18h00min.

O Conteúdo desta página requer uma versão mais atualizada do Adobe Flash Player.

Get Adobe Flash player

http://www.weconsultoria.com.br  
ADM DYPE Soluções